Planeta Sustentável

sábado, 21 de setembro de 2013

Rebeliões do Período Regencial



1- Sabinada

 Características : revolta militar ocorrida na Bahia, entre 1837 e 1838, e que foi apoiada pelas camadas média e rica da população.

Motivos : os baixos salários dos militares e sua oposição ao governo, que queria mandá-los para o sul do país para participarem da Guerra dos Farrapos

Consequências : os revoltosos chegaram a proclamar a República Bahiense, mas as forças do governo central retomaram Salvador.

2-  Farroupilha ou Guerra dos Farrapos

. Características : a mais longa guerra da história brasileira, ocorrida entre 1835 e 1845, e que contou com a participação de Bento Gonçalves e Giuseppe Garibaldi.

Motivos : os revoltosos queriam reformas econômicas e maior liberdade para as províncias. Além disso, se opunham aos altos impostos cobrados pelo governo sobre os produtos no Rio Grande do Sul.

 Consequências : os revoltosos proclamaram a República Rio-Grandense em 1836 e a República Juliana em 1839; em 1845 as tropas do governo venceram os revoltosos.

3- Cabanagem

Revolta popular ocorrida no Pará no começo do Período Regencial. Nela, os cabanos (mestiços e índios) uniram-se aos fazendeiros e comerciantes para lutar pela independência da província

 Motivos : as condições de extrema pobreza da maioria da população; interesses de maior participação política e administrativa por parte dos fazendeiros e comerciantes.

 Consequências : os cabanos ocuparam Belém em 1835; as tropas imperiais contaram com o apoio de mercenários europeus e conseguiram derrotar os revoltosos em 1840.

4- Balaiada

Características : revolta de trabalhadores artesanais, vaqueiros e escravos fugitivos em 1838, no Maranhão.

Motivos : exploração das camadas mais pobres da população por grandes proprietários rurais e pelos comerciantes. Além disso, o regime de escravidão a que era submetida metade da população.

Consequência : o governo regencial nomeou Luís Alves de Lima e Silva, em 1840, para presidente da província. Este prometeu perdoar os revoltosos que se entregassem. Os que continuaram lutando foram derrotados em 1841.  

5- Revolta dos Malês

Características : revolta de escravos africanos muçulmanos ocorrida em Salvador, na noite do dia 24 para o dia 25 de janeiro de 1835

Motivos : a crise econômica e política na Bahia e a desigualdade étnico-racial e social. Essas revoltas ameaçavam a hegemonia dos senhores da Bahia e a ordem escravocrata. C

onsequências : cerca de 70 africanos morreram e mais de 500 foram punidos com pena de morte, prisão, açoites e deportação. Depois dessa revolta, as autoridades estreitaram a vigilância sobre os negros, em todo o país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário