Planeta Sustentável

sábado, 3 de março de 2012

POR QUE ESTUDAMOS HISTÓRIA?

Quando vamos começar a fazer algo é importante termos em mente o porquê de a estarmos fazendo. Como professora de História eu tenho a percepção do porque precisamos estudar História. No entanto, a experiência com os alunos, me fez atentar que eles, não têm essa percepção, e por este motivo muitas vezes as aulas de História passam a ser desinteressantes para os alunos, perdendo todo o seu sentido. A partir desta constatação, sempre que o novo ano letivo se inícia, ou, quando eu começo em uma nova turma, o primeiro assunto que procuro tratar é o porquê temos que estudar História?
Eu penso que temos que estudar História porque só a partir do estudo do passado é possível compreender o PRESENTE. O mundo que vivemos hoje é construído a partir das transformações ocorridas durante os anos que o antecederam. Dos momentos mais recentes, como as ocorridas no século XX e XIX, como as mais longínquas da Antiguidade Oriental e Ocidental. Portanto, para quem deseja compreender nosso tempo é fundamental conhecer a nossa História.

OBJETO E AGENTES DA HISTÓRIA

Agora que temos em mente que precisamos estudar História para compreender o Presente, podemos pensar nos objetos de estudo da História e nos seus agentes. Para entendermos o Presente, precisamos ter informações das transformações ocorridas no Passado, são esssas transformações o objeto de estudo da História, que chamamos de Fatos Históricos. Exemplos, a Revolução Francesa, a Abolição da Escravidão no Brasil, entre outros tantos.
Mas ainda nos resta uma pergunta, quem são os agentes da História, os sujeitos das transformações. Segundo boa parte dos livros de História s agentes da História são sempre pessoas poderosas e importantes, citam-se os Reis, Imperadores, Presidentes, Generais, entre outros. No entanto, não podemos nos prender nessa análise simplista. Nesta hora, é muito interessante o poema de Bertold Brecht, "Perguntas de um Operário Letrado", onde o autor pergunta, sempre, ao lembrar alguma realização de uma grande civilização da História Mundial, se foram os seus reis ou imperadores que realizaram as atividades mais simples, como carregar pedras ou cozinhar. Portanto, não podemos pensar a História só a partir de seus homens poderosos, mas sim a partir de todas as pessoas, dos homens comuns, que passam desapercebidos pela multidão das cidades.

FONTES HISTÓRICAS

Depois de pensarmos no porque estudarmos História, no seu objeto de estudo e nos agentes da História, precisamos conhecer como os historiadores encontram as informações do passado que nos levam a compreender o presente. O historiador é um investigador, está sempre atrás de vestígios deixado pelo passado, para serem usados como ferramenta do historiador para a coleta de informações. Vestígios esses chamados de Fontes Históricas.
As fontes escritas foram as primeiras consideradas como vestígios do passado pelos historiadores. E são usadas como ferramentas para coletar dados desde que a História foi tomada como ciência no século XIX. Hoje, a noção de fonte histórica foi ampliada, e são consideradas fontes históricas muitas outras coisas, como obras de arte, a arquitetura, a produção audiovisual (músicas, filmes, programas de tv, etc), os utensílios domésticos, armamento, vestimenta, a história oral, entre outras. Na realidade toda a produção material e intelectual do seu tempo pode ser considerado como fonte histórica, pois a partir destes elementos podemos extrair informações sobre o seu tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário